segunda-feira, 14 de junho de 2010

Sou mais que a mulher que pareço





























Sou musculada
Levo um estalo e vou ao chão!
Mas depressa me levanto
Porque a mulher que eu sou
Não é a mulher que pareço
Sou sobrevivente de mim mesma...
Campo de batalhas
Umas ganhas outras perdidas,
Ecoam ainda em mim
As dores que senti,
Os risos que gargalhei
Os gritos que saltei
Sou mais que a mulher que pareço
Os músculos que faltam fora
São a força que vem de dentro...!


Encandescente



foto de:Eric Battistelli-flickr

5 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma bela mulher.

O post de cima não deu pra deixar comentários.

beijooo.

Ingrid Busquet disse...

amei o blog... seguindo :)

Cristiane Melo disse...

seu blog é lindooooo! adorei seus textos! :* te sigo!

Grafite disse...

Queee lindooo aqui, amei!
estou seguindo...

beiijo
*.*

obs(no post de cima não deu pra comentar)

Marcello disse...

Oi Luciana.
Vim por esses caminhos que tanto me fascinam na web, e acabei arrebatado por alguns textos, versos e pensamentos seus.

Penso seriamente em voltar sempre.

Beijos de um paulista perdido em Bh.