sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Esconderijos de LUZ...






















  Art  Molokolo-DeviantarT

Às vezes, a gente constata que só há vazio dentro de nós, 
que não temos nada a partilhar com o outro, que só há gelo no estômago.
Então, alguém se aproxima e suplica por uma meia-palavra, 
um sinal de amor, uma ajuda vital num instante qualquer.

E você ouve a própria voz a proclamar conselhos, se assusta
ao ver sua mão estendida e percebe, pasmo, 
seus gestos de amor entregues ao outro. 
E, assim, descobre que em meio ao vazio
ainda há esconderijos de luz dentro do seu corpo.

Tem pessoas que são assim, chegam perto e trazem à tona
o sol que há em você.

 Maíra Viana

7 comentários:

Pensamentos e sentimentos escritos disse...

As vezes parece q tem pessoas q foram feitas exatamente como encaixe perfeito pro vácuo q existia em nós....

Ameiiiii o texto!

-Da uma passadinha la no meu!

BjinhusS

Um dia de cada vez disse...

É sempre bom e revigorante poder dar esse tipo de carinho a quem necessita, mais infelizmente não é sempre que o temos de volta.
Adorei o blog,parabéns!!!

vanessa leonardi disse...

Não cabe dentro de palavra tudo aqui...
Das delicadezas que fazem o coração sorrir leve: você

te beijo

=)
Entra pro twitter, entra?
.

disse...

Que lindoo!!!

Bjos grandes!

ErikaH Azzevedo disse...

As vees minha flor é o oco . vaio , nada, que disperta o eco de nós...é no oco que nos sentimos propagar...e é tão bom parar e ouvir a propria voz, fazer da voz uma extensão pro outro...ponte...enfim.

Lindo texto!

Deixo-te beijos

Erikah

Sergio Martins disse...

Olá querida,gostei da poética que se abriga no coração como suave canção! Adorei teu blog e estou te seguindo, caso queira seguir-me também, acesse: http://asvozesdomar.blogspot.com/
Feliz Natal!
Abç!

Luara Q. disse...

tão intenso!