domingo, 26 de setembro de 2010

Querido John


fotos Google


Quando penso em você e eu e no que compartilhamos, sei que para os outros
seria fácil menosprezar o tempo que passamos juntos simplesmente como
um subproduto dos dias e noites à beira-mar, uma “aventura” que, a longo prazo, não
significa absolutamente nada. É por isso que não conto às pessoas sobre nós.
Eles não iriam entender, e não sinto necessidade de explicar, simplesmente porque
sei em meu coração como foi real. Quando penso em você, não posso deixar de sorrir,
sabendo que você me completa. Eu te amo, não só agora, mas sempre,
e sonho com o dia em que você vai me abraçar novamente.

Querido John de Nicholas Sparks




4 comentários:

Marischettini disse...

Não há livro mais lindo.

Marischettini disse...

Não há livro mais lindo.

Marcello disse...

Os livros de Nicholas Sparks sempre me fisgaram pq ele é homem que escreve sobre a alma amorosa das pessoas, inclusive da mulher sem cair em clichês hollywoodianos.

Tenho o filme, a trilha sonora e o livro óbvio do Dear John, mas se quer minha opinião, o livro é 100% mais sensato que o filme..

Bjs

Nathalie disse...

O livro é perfeito. :)
Já o filme eu achei um pouco sem graça... rs