domingo, 11 de outubro de 2009

Simplesmente eu




Eu já sou uma mulher,
mas essa menina aqui dentro de mim,não sossega.
Eu me perco,
eu fujo de mim,
Mas acabo me encontrando entre risos e versos.
Tenho a cabeça nas nuvens
e os pés no chão.
Sou a princesa
do castelo de areia.
Sou do jeito sem jeito.
Oscilo entre a loucura
e a sensatez.
Sou feita de poesia,
E é por trás da cortina
que eu brilho.


(Nayara Alves)

2 comentários:

Pétala disse...

Que maravilha de poema!
Uma ótima semana pra você.

Beijos e pétalas.

sandra Freitas disse...

Esse poema me leu, tenho certeza leu sim... Adorei os textos. Seu blog é lindo..
aparece no meu..
bjo
ah esse blog tem cara de abraço..