domingo, 27 de setembro de 2009

*



O que seria
dessa minha existência
quase insípida
sem as surpresas
transformadoras
do amor que plantei?...

Lilian Dalledone

3 comentários:

Pétala disse...

Que frase maravilhosa, amei!

Beijos e pétalas.

Lilian Dalledone disse...

É dessas surpresas maravilhosas que falo...
Obrigada, Lucy!
Beijos.

Lolla...doida varrida! disse...

gostei daqui e vou te seguir tá?
passa lá no meu tombemmmm-kkk
bjus